Com golaço de Galhardo, Grêmio vira e vence o Joinville na Arena

Time de Roger chegou à terceira vitória seguida no Brasileirão


Fonte: Diário Gaúcho

Com golaço de Galhardo, Grêmio vira e vence o Joinville na Arena
Erazo marcou o primeiro gol do Grêmio
Foto: Fernando Gomes


O Grêmio trocou o futebol de espetáculo pelo de superação. Mesmo sem brilho contra o Joinville, a equipe de Roger Machado mostrou raça ao buscar a vitória por 2 a 1 na Arena. Com gols de Erazo e Galhardo, chegou aos 36 pontos e se firmou de vez no terceiro lugar do Brasileirão, a quatro pontos do líder Corinthians. Na quarta-feira, o adversário será o Coritiba, pela Copa do Brasil, no Couto Pereira.

A intensidade do Grêmio na goleada do Gre-Nal e na vitória sobre o Atlético-MG parecia ter ficado no vestiário contra o Joinville. O time catarinense, que habita o Z-4 do Brasileirão, começou o jogo como se estivesse em casa. Tanto que abriu o placar a dois minutos. Após escanteio cobrado por Edigar Junio, o zagueiro Bruno Aguiar superou Geromel e testou com firmeza para vencer Marcelo Grohe.

Sem Luan, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o técnico Roger Machado mandou Bobô a campo como substituto. Mas o Grêmio caiu de rendimento sem seu melhor jogador no Brasileirão. E o Joinville passou a criar chances: a nove minutos, Edigar Junio arriscou com perigo, perto da trave de Grohe.

A primeira oportunidade criada pelo Grêmio ocorreu a 17 minutos. Após boa recuperação, Giuliano dominou dentro da área e rolou para Marcelo Oliveira, que finalizou na rede, pelo lado de fora. Com pouca movimentação no ataque, o time de Roger tinha dificuldade para superar a marcação do Joinville.

O time catarinense, aliás, mostrava velocidade quando ia à frente. E o veterano Marcelinho Paraíba, 40 anos, se destacou. Aos 21 minutos, o atacante, herói gremista na conquista da Copa do Brasil em 2001, fez uma jogada de habilidade pela ponta direita, driblando Marcelo Oliveira e cruzando para Edigar Junio escorar no travessão.

Aos 29, outra chance perigosa: o lateral-direito Mário Sérgio invadiu a área e concluiu entre as pernas de Grohe, mas Geromel surgiu, em cima da linha, para evitar o gol.
O Grêmio ainda esboçou uma reação antes do intervalo. A 38, Douglas, de até então tímida atuação, deu belo passe para Pedro Rocha, que surgiu livre por trás da zaga e concluiu mal para defesa de Agenor.

No segundo tempo, Roger trocou Fernandinho por Pedro Rocha e o Grêmio ganhou mais velocidade. A seis minutos, Galhardo cobrou falta na entrada da área e obrigou Agenor a fazer boa defesa. Aos oito, Bobô recebeu dentro da área, mas acabou furando ao tentar concluir de voleio. E a 10, Douglas tabelou com Giuliano, que finalizou em chute cruzado, levando perigo.

Aos 15 minutos, veio o desafogo. Foi quando Douglas cobrou escanteio e Erazo subiu mais alto que a zaga do Joinville, em belo cabeceio, para empatar.

O Joinville até tentou criar chances. A 26, Anselmo por pouco não aproveitou boa cobrança de falta feita por Marcelo Costa. E a 30, o volante Anselmo arriscou de fora da área por cima do gol de Grohe.

Mas o que era apreensão virou alegria na Arena. Aos 38 minutos, Galhardo cobrou falta com precisão digna de Arce, no ângulo de Agenor, e virou a partida. Ao final do jogo, festa da torcida na Arena. A meta do técnico Roger Machado, de encerrar o primeiro turno com 36 pontos, foi atingida.



VEJA TAMBÉM
- Grêmio negocia com Rodrigo Caio e está próximo de acordo
- Presidente do Grêmio comenta escolha do Couto Pereira e atualiza situações no clube.
- Presidente do Grêmio fala sobre escolha do Couto Pereira e atualizações no clube.






Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

25/5/2024





24/5/2024