1Win

Grêmio sonda Henrique, do Napoli, e estuda volta antecipada de Bressan

Clube se prepara para provável saída de Rhodolfo ao Besiktas, da Turquia


Fonte: Diário Gaúcho

Grêmio sonda Henrique, do Napoli, e estuda volta antecipada de Bressan
Henrique é considerado caro demais pela diretoria do Grêmio Foto: Rafael Ribeiro / CBF/Divulgacao

O Grêmio se prepara para a saída de Rhodolfo. O Besiktas, da Turquia, deve oficializar proposta com salário de padrão europeu (2 milhões de euros ou R$ 7 milhões anuais, livres de impostos) ao zagueiro, que não deve seguir na Arena. Assim, a direção já busca reposição para seu lugar. Além de sondar Henrique, do Napoli-ITA, tentou o retorno de Bressan, emprestado ao Flamengo.

Ocorre que a contratação de Henrique, 28 anos, é tida como de extrema dificuldade. O Grêmio se assustou com os valores pedidos pelo clube italiano, que somente aceita vendê-lo. Seus direitos econômicos estariam estimados em 3 milhões de euros (R$ 10,5 milhões).

Apesar de não ser titular no Napoli, o jogador, que se destacou no Palmeiras e defendeu a Seleção Brasileira na última Copa, teria salário superior a R$ 500 mil, o dobro do teto estabelecido pelo Grêmio.

— É um jogador fantástico, tem tudo a ver com o Grêmio. É polivalente e aguerrido, o sonho qualquer time. Mas está acima de nossas possibilidades — avalia o presidente Romildo Bolzan.

A direção também estuda o retorno antecipado de Bressan, emprestado até o final do ano ao Flamengo. Apesar do interesse do Grêmio, o negócio é complicado. O clube carioca, que tem opção de compra do zagueiro de 22 anos até dezembro, impõe resistência.

— Não temos interesse em liberá-lo ao Grêmio no momento — resume Rodrigo Caetano, executivo de futebol do Flamengo.

Com vínculo renovado até o final de 2017 na Arena antes de ser emprestado, Bressan é titular da seleção que disputa o Pan-Americano de Toronto, no Canadá. Mas perdeu espaço no clube carioca após a saída do técnico Vanderlei Luxemburgo - que indicou a contratação.

Com a saída de Rhodolfo, Bressan teria mais chances de titularidade na Arena ao disputar uma vaga na defesa com Erazo. O Grêmio ainda detém 20% dos direitos do jogador - o restante está dividido entre os empresários Giuliano Bertolucci e Kia Joorabchian (50%), o próprio Bressan (20%) e investidores (10%).

VEJA TAMBÉM
- Grêmio confiante para a Libertadores, e as lesões intermináveis
- Grêmio perde para o Vasco em São Januário na estreia do Brasileirão
- Tricolor escalado para o jogo contra o Vasco





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

22/4/2024