1Win

Com a bola, Douglas é destaque entre os camisas 10; já sem ela...


Fonte: ESPN

Com a bola, Douglas é destaque entre os camisas 10; já sem ela...
Douglas comemora gol do Grêmio em jogo do Brasileiro

Após a derrota do Grêmio para a Chapecoense, nesta quarta-feira, torcedores do clube gaúcho criticaram Douglas, o camisa 10 da equipe, nas redes sociais. Um deles pediu que o jogador "deixasse a alma em campo".

Com bom humor, o meia respondeu: "Quer alma? Vai na sessão espírita...lá você encontra", atacou. Pelos números do Brasileiro-2015, é injusto criticar Douglas por seu desempenho quando tem a bola. Já na hora de marcar realmente ele pouco ajuda.

Com dados da Footstats, o ESPN.com.br comparou o desempenho dos principais camisas 10 que exerçam em campo função parecida a feita por Douglas. Na lista, estão o são-paulino Paulo Henrique Ganso, o colorado D'Alessandro, o ponte-pretano Renato Cajá, o corintiano Jadson e Valdívia, que está de saída do Palmeiras.

Quando a comparação é sobre fundamentos com a bola no pé, Douglas é um dos principais destaques da lista. Foram dois passes para gols, marca só atingida por Cajá. Ao lado de Ganso, o gremista é quem melhor controla a bola (só tem 3,2 perdas de bola por jogo).

Douglas finaliza mais no Brasileiro do que Ganso, D'Alessandro e Jadson. Ele tem um índice de acerto de passes maior do que de Valdivia e do argentino no Inter. Conseguiu fazer um gol, o que Ganso e D'Alessandro ainda não tiveram sucesso.

Só que a situação se inverte na comparação da participação durante o jogo e na ajuda da marcação entre os principais camisas 10 do país.

Segundo a Footstats, Douglas é, nesse grupo, quem tem o menor tempo de posse de bola, com média de 1min03s de domínio da redonda por partida. Jadson, por exemplo, fica com a bola no pé 1min40s por jogo, e Renato Cajá, 2min02s.

Nos desarmes a ajuda de Douglas é minima. Entre os camisas 10 desse texto, ele é quem menos ajuda sua equipe. Em média, faz apenas 0,8 desarme por jogo. Ganso, outro criticado frequentemente pela pouca entrega, tem o triplo de desarmes: 2,5 por jogo.

VEJA TAMBÉM
- Grêmio confiante para a Libertadores, e as lesões intermináveis
- Grêmio perde para o Vasco em São Januário na estreia do Brasileirão
- Tricolor escalado para o jogo contra o Vasco





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

22/4/2024