1Win

Grêmio trata derrota como fato isolado e evita 'desânimo' com fim de embalo

Técnico Roger e jogadores minimizaram derrota para a Chapecoense, nesta quarta


Fonte: GloboEsporte

Grêmio trata derrota como fato isolado e evita desânimo com fim de embalo
A série invicta de cinco jogos terminou. Mas nada que abale muito o Grêmio na sequência do trabalho de Roger no Campeonato Brasileiro. A derrota por 1 a 0 para a Chapecoense, na noite desta quarta-feira, na Arena Condá, foi tratada com naturalidade internamente pelo clube. A postura dos jogadores, que não querem desanimar na competição, reflete o comandante, que não fez terra arrasada com o resultado ruim.

Roger viu uma partida dentro dos padrões do Grêmio, mas que esbarrou em um adversário bem postado nos seus domínios. Admitiu, claro, a necessidade de algumas correções no rumo para o jogo com o Vasco, neste sábado, às 18h30, na Arena. Mas sem fazer críticas profundas ao elenco e ao desempenho em campo. A sequência do estilo de trabalho não será abalada.

- Acho que temos que continuar o que a gente fez. O que não conseguimos fazer foi pela qualidade do adversário que teve muito mérito. Como eu disse, conseguimos fazer muito do nosso jogo. Não conseguimos matar a partida, como fizemos em outros jogos. Mas temos que manter a mesma coisa, fazendo algumas correções, pela dificuldade que tivemos em alguns momentos - projetou o técnico gremista.

Nos últimos 18 pontos disputados, o Grêmio somou 15. Por isso, criou uma margem para que a derrota não abalasse as pretensões do Tricolor na competição, mesmo que possa perder a vaga no G-4 dependendo dos resultados dos jogos de Corinthians e Fluminenese, na noite desta quinta-feira.

A sequência de vitórias também dá uma base para que não se crie nenhum desespero no vestiário. Sem Rhodolfo, com dores na panturrilha direita, foi Maicon que usou a braçadeira de capitão na derrota. E foi ele quem concedeu entrevista para explicar o resultado ruim. E foi ele também que corroborou o discurso do treinador.

- Sabemos que estamos crescendo no campeonato, fazendo grandes partidas. Não tem por que baixar a cabeça, uma hora a gente ia perder. Claro que a gente ia perder, mas até pela partida que a gente fez, é difícil jogar aqui, eles vão tirar bastantes pontos de quem vai brigar pelo titulo - sentenciou o camisa 19.

- Não podemos desanimar e achar que está tudo errado. Continuamos em cima na tabela e não tem tempo de lamentar - completou o meia Giuliano.

Além da preparação par ao jogo com o Vasco, o Grêmio também tem que lidar com mais uma situação fora de campo. Rhodolfo é alvo de sondagem do Besiktas, da Turquia, e a diretoria não descarta negociá-lo, se de fato chegar uma proposta concreta pelo capitão. O técnico Roger afirmou que deixa a situação nas mãos da diretoria.

O Grêmio chega no início da tarde desta quinta-feira em Porto Alegre e já vai direto para o CT Luiz Carvalho, onde tem treinamento marcado. O volante Walace está de volta e o zagueiro Rhodolfo, ausência em Chapecó, será reavaliado para o duelo com o Vasco.


Discurso do Grêmio é de não abaixar a cabeça após derrota (Foto: Reprodução/RBS TV)



VEJA TAMBÉM
- Grêmio confiante para a Libertadores, e as lesões intermináveis
- Grêmio perde para o Vasco em São Januário na estreia do Brasileirão
- Tricolor escalado para o jogo contra o Vasco





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

22/4/2024