1Win

Grêmio evita pensar em liderança e diz que é "cedo para falar em título"

Tricolor pode se tornar líder do Brasileirão em caso de vitória sobre a Chapecoense, fora, e de tropeço do Atlético-MG em casa, diante do Sport, nesta quarta-feira


Fonte: Globo Esporte

Grêmio evita pensar em liderança e diz que é cedo para falar em título
Giuliano evita pensar em liderança
(Foto: Eduardo Moura/GloboEsporte.com)


O embalo e o salto na tabela propiciados pela sequência de cinco vitórias consecutivas no Brasileirão sob o comando de Roger Machado não demovem a humildade do discurso dos gremistas. Segundo colocado no campeonato, o Grêmio evita pensar em se tornar líder com uma eventual vitória sobre a Chapecoense, nesta quarta-feira, na Arena Condá, pela 12ª rodada. E mesmo que esteja empatado com o líder, Atlético-MG, com os mesmos 23 pontos, que leva vantagem no saldo de gols.

Para assumir a ponta nesta quarta, o Tricolor precisa vencer a Chape fora de casca e torcer ainda para um tropeço do Galo diante do Sport no Mineirão, às 22. Assim, dividiria a primeira posição com os pernambucanos, ficando à frente por critérios. Em caso de empate em Minas e vitória em Santa Catarina, os gaúchos se isolam na ponta. De acordo com Giuliano, nada que passe pela cabeça dos jogadores, que evitam ainda cogitar as possibilidades de título ao final da temporada.

- A postura é a mesma. Não estamos preocupados com a liderança. Jogamos cada jogo de maneira diferente, estudando os adversários. É muito cedo também para falar em título. Se passaram 11 rodadas e são 38. Estamos projetando brigar lá em cima, sonhamos alto, temos um time bom e competitivo, que vai brigar até o final por esse título. É o nosso intuito e nosso objetivo final - afirma o meia Giuliano.

Pretensões à parte, o Tricolor mantém foco total no trabalho sob o comando de Roger, para dar sequência aos resultados positivos no Brasileirão. Em caso de vitória nesta quarta, o Tricolor chega ao sexto triunfo consecutivo na competição - um recorde próprio na era dos pontos corridos. Tarefa que, segundo Giuliano, não será fácil diante da Chapecoense na Arena Condá.

- É um jogo difícil. A Chapecoense dificilmente perde aqui. Estamos bem preparados para fazer nosso trabalho e sermos agressivos sem a bola. Quando tiver com a bola, colocar nossa qualidade técnica e nossas virtudes, que é o que nos trouxe até aqui, até a vice-liderança. A Chapecoense é uma equipe que não vai mudar a característica que vem jogando, de ser uma equipe muito organizada, que vem jogando e que defende bem. Nós vimos alguns lances e fizemos um treinamento em cima da equipe deles. Esperamos estar em um bom dia, que é uma equipe que vai correr do começo ao fim - destaca o meia.

O Grêmio é vice-líder do Brasileirão, com os mesmos 23 pontos do líder, Atlético-MG, que leva vantagem no saldo de gols. Nesta quarta-feira, às 19h30, encara a Chapecoense, na Arena Condá, pela 12ª rodada da competição.

VEJA TAMBÉM
- Grêmio confiante para a Libertadores, e as lesões intermináveis
- Grêmio perde para o Vasco em São Januário na estreia do Brasileirão
- Tricolor escalado para o jogo contra o Vasco





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

22/4/2024