1Win

'Fator' Roger Machado faz a diferença e técnico se destaca no Grêmio

Com mesmo elenco de Felipão, técnico faz um antes desacreditado Tricolor chegar à vice-liderança do Brasileirão e chama a atenção por metodologia de trabalho


Fonte: LanceNet!

Fator Roger Machado faz a diferença e técnico se destaca no Grêmio

Roger tem sido um dos diferenciais do Grêmio (Foto: Luciano Leon/Raw Image/LANCE!Press)


Quis o destino que o pedido de demissão de Luiz Felipe Scolari, em 19 de maio, começasse a mudar o rumo do Grêmio no Campeonato Brasileiro. Cristóvão Borges negociou, houve polêmica com a suposta busca por Doriva, mas quem assumiu o comando do então desacreditado Tricolor foi Roger Machado. Passados 42 dias da sua apresentação, o Grêmio é, hoje, vice-líder do Brasileirão, vindo de cinco vitórias consecutivas.

O ex-lateral-esquerdo histórico do Grêmio entre 1994 e 2003, é visto como o diferencial para o Tricolor ter o melhor início de Brasileirão na era dos pontos corridos. O aproveitamento do Tricolor com ele na casamata é de 79,1%. São seis vitórias, um empate e uma derrota. Resultados conquistados com os mesmos atletas que Felipão tinha e com o mesmo esquema, o 4-2-3-1.

O Grêmio de Roger é um time compacto e intenso, que ataca e defende em bloco, sendo eficaz até quando não tem mais posse de bola. Apenas em dois dos oito jogos, Luan & Cia. lideraram o quesito.

Mas esse Grêmio trabalha bem a bola, tem alto nível de acerto de passes e, com isso, agride o adversário com frequência: na atual série de triunfos, apenas diante do Avaí, o Grêmio finalizou menos que o rival.

Estudioso e detalhista, Roger ainda criou um bom clima no Grêmio, o que foi valorizado ao reintegrar o volante Edinho, querido no grupo.

Ainda há o fator financeiro. Ele recebe cerca de R$ 150 mil, contra os R$ 600 mil de Felipão. O Grêmio de Roger chegou. Resta saber se ficará no topo. Condição para isso existe.

O PÓS-ROGER MACHADO NO GRÊMIO

Jogadores em alta
Walace Giuliano, Luan e Pedro Rocha cresceram muito sob o comando de Roger. Hoje, eles são fundamentais.
......................
Metodologia
Treinos modernos que valorizam a troca de passes e a movimentação se destacam. O Grêmio, com Roger, trabalha muito bem a bola. A preparação física, a cargo de Rogério Dias, é outro fator que explica a intensidade vista em campo.
......................
Grupo é o mesmo
Roger chegou ao Grêmio já sem contar com o lateral-direito Matías Rodriguez. Somente a partir de agora, ele terá novidades no elenco. Nesta segunda, o Tricolor oficializou o meia William Schuster, que trabalhou com o treinador no Novo Hamburgo. Já Maxi Rodríguez e Fernandinho, que estavam emprestados, foram regularizados e serão opções.

COM A PALAVRA
Igor Póvoa
Repórter da Rádio Guaíba

'Roger chegou preparado para o desafio'

O Roger chegou preparado para esse desafio, chegou surpreendendo. Ele tem trouxe conceitos modernos ao time, tem trabalhado bem todos os aspectos e os resultados estão aparecendo.

O Grêmio trabalha muito bem a bola, não dá mais chutão. Não dá para comparar, mas, hoje, é um time que lembra os mais evoluídos, lembra o time do Inter que engrenou na Libertadores, com muita proximidade e movimentação ofensiva, por exemplo, já que não tem mais centroavante fixo. É um time com um viés moderno, que ocupa muito bem os espaços.

Por ter sido auxiliar de 2011 até 2014, ele conhece boa parte do grupo, principalmente os guris. O Walace se firmou como titular, tem jogado muito mais agora. Já o Luan, por exemplo, antes fazia um jogo bom e três ruins. Agora, ele tem atuado bem em sequência.



VEJA TAMBÉM
- Grêmio perde para o Vasco em São Januário na estreia do Brasileirão
- Tricolor escalado para o jogo contra o Vasco
- Veja a provável escalação do Tricolor para o jogo de hoje





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

21/4/2024