Brasileirão tem caça de Palmeiras, Galo e Grêmio, enquanto Botafogo derrapa


Fonte: UOL

Brasileirão tem caça de Palmeiras, Galo e Grêmio, enquanto Botafogo derrapa
Rony vira "mortal" após marcar para o Palmeiras na partida contra o Coritiba, válida pelo Campeonato Brasileiro Imagem: Carla Carniel/Reuters

A nona rodada do Brasileirão trouxe elementos de um manual que poderia ter o título: o que evitar para se dar bem contra os principais times do futebol brasileiro.

O contexto atual olhando a tabela tem um Palmeiras mais próximo ao líder Botafogo — agora dois pontos atrás —, puxando um bloco de perseguição que tem Atlético-MG e Grêmio. Tirando o Botafogo, todos os outros times do G6 do Brasileirão venceram.

Faça o máximo para impedir que o Palmeiras tenha chance de cruzamentos na área e crie jogadas em velocidade com o campo aberto. O Coritiba levou três gols — poderia ter sido goleado — e foi a vítima da vez do time de Abel Ferreira. O trio formado por Rony, Artur e Dudu jogaram muito.

Não abra a barreira quando Hulk vai cobrar uma falta. Não importa a distância. O goleiro Rafael Cabral, do Cruzeiro, arriscou e pagou caro, sofrendo o gol que resultou na derrota no clássico diante do Atlético-MG.

Não dê qualquer espaço para Luis Suárez. O atacante uruguaio é o grande acerto do Grêmio na temporada, jogou demais contra o São Paulo e, mesmo sem fazer gol, foi decisivo para a vitória de virada.

Cuidado com a lei do ex. Se tem algo no folclore do futebol brasileiro que está em vigor é ela. Corinthians (Danilo Avelar), Botafogo (Alex Santana), Internacional (Lucas Lima) e o próprio São Paulo (Reinaldo) sofreram com ela na rodada.

A arbitragem pode te tirar do sério. O Botafogo reclamou de pênalti não marcado sobre Janderson na derrota para o Athletico. O Palmeiras teve Gustavo Gómez suspenso para enfrentar o São Paulo porque levou amarelo após reclamar de uma falta, no mínimo duvidosa, de Luan que também rendeu cartão.

O Fluminense quebrou uma sequência de cinco jogos sem vencer — dois deles pelo Brasileirão. O Coritiba continua como o único time ainda sem vitórias no campeonato, passadas nove rodadas.

Alef Manga, do Coritiba, fez seu primeiro gol desde que teve contrato reativado pelo Coritiba. O jogador ficou afastado porque foi citado em conversas do grupo de apostadores que organizou um esquema de manipulação de partidas. Mas o clube não achou elementos que comprovassem participação do atacante.

O gol do retorno de Alef foi uma falha grotesca de Weverton e Luan, que não se comunicaram e furaram a bola dentro da área do Palmeiras. Menos mal para o time paulista que não fez falta na vitória por 3 a 1.

O zagueiro Caetano fez seu primeiro jogo como titular do Corinthians no Brasileiro. Ele até jogou bem, mas foi crucial — negativamente — em lances capitais: cometeu o pênalti que gerou o primeiro gol do América-MG e desviou a bola que tirou Cássio completamente da jogada no segundo.

A nona rodada fica completa hoje (5) com o clássico entre Vasco e Flamengo no Maracanã. O cenário tem o cruz-maltino na zona de rebaixamento e o rubro-negro tentando o mínimo de estabilidade de resultados para se aproximar mais do bloco de cima e também virar um perseguidor do Botafogo.



VEJA TAMBÉM
- Ex-grêmio acerta transferência para rival da série A em negociação surpresa
- Grêmio anuncia retorno aos treinos da equipe feminina de futebol.
- Grêmio retorna aos treinos no CT do Corinthians






Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

19/5/2024



18/5/2024