Grêmio empata com Caxias e deixa final do Gauchão para decidir na Arena

Após sair atrás, com gol de Marlon para os caxienses, Tricolor buscou igualdade com Vina


Fonte: Zero Hora

Grêmio empata com Caxias e deixa final do Gauchão para decidir na Arena
A decisão do Gauchão 2023 será na Arena. Na tarde deste sábado (1), no Estádio Centenário, Grêmio e Caxias empataram em 1 a 1, gols de Marlon e de Vina. Mas o resultado não traduz o que foi o jogo. Os donos da casa tiveram um jogador expulso no início do segundo tempo e precisaram conter as investidas de Suárez e seus companheiros de ataque por mais de 40 minutos. Em caso de novo empate no próximo sábado, o campeão gaúcho deste ano será conhecido na disputa por pênaltis. Quem vencer no tempo normal será o campeão.

Sem Pepê, Carballo e Kannemann, o Grêmio teve uma nova versão para a partida de ida das finais do Gauchão. Renato optou por escalar o meio com Villasanti e Lucas Silva como os volantes, dando ênfase na capacidade defensiva da dupla. No lugar do argentino na defesa, Bruno Uvini formou a dupla com Bruno Alves.

O Caxias abriu o placar em sua primeira investida contra o gol do Grêmio. Marlon tentou o passe e acertou Bitello. O camisa 5 não desistiu do lance e recuperou a bola. João Pedro tirou o pé para não fazer a falta e o volante do Caxias invadiu a área. O chute na saída de Adriel do gol não deu chances de defesa, e os donos da casa abriram o placar na decisão do Gauchão com apenas sete minutos de jogo.

A resposta do Grêmio veio em combinação dos três meias. Vina errou em bola e desperdiçou o lance, na entrada da área. A desvantagem no placar fez o time de Renato sair em busca do empate de forma mais agressiva.

Quando o Grêmio novamente estava no comando do jogo, o Caxias perdeu uma chance claríssima. Aos 36, Peninha aproveitou desatenção do lado esquerdo da defesa gremista e apareceu livre na área. O camisa 10 grená poderia ter dominado e avançado, mas arriscou o chute de primeira e mandou a bola nas arquibancadas do Centenário.

O Grêmio devolveu na sequência. Aos 38, Lucas Silva arriscou o chute da entrada da área e Bruno Ferreira fez grande defesa. Bitello pegou o rebote e arriscou o chute. A finalização serviu quase como um passe para Suárez, que desviou a bola. O goleiro do Caxias fez outra grande defesa e evitou o empate.

Suárez também parou no goleiro do Caxias. O centroavante tentou marcar em toque com o pé esquerdo por cobertura. Bruno Ferreira espalmou para escanteio. Na insistência, e aos 48 minutos, Vina conseguiu empatar. Após cobrança de escanteio, e depois do desvio de Bitello, o camisa 11 cabeceou no contrapé de Bruno Ferreira e recolocou o Grêmio em igualdade no placar.

De volta para o segundo tempo, o Grêmio ficou em vantagem numérica em campo. Moacir acertou um pisão em Villasanti e foi expulso com apenas cinco minutos. No primeiro lance com um a mais, o Tricolor perdeu boa oportunidade. Vina tabelou com Suárez e recebeu a devolução quase na pequena área. O chute forte passou por cima do gol de Bruno Ferreira.

O Caxias se fechou na defesa e deu campo para o Grêmio jogar. O time de Renato passou a ter mais volume de jogo, mas com dificuldades de superar as linhas recuadas do adversário.

Após cobrança de esanteio, em bate e rebate na área do Caxias, a bola sobrou para Cristaldo. O chute cruzado do argentino passou em frente ao gol. Renato esperou por 30 minutos até colocar mais atacantes. Gustavinho e Zinho entraram nos lugares de Villasanti e Cristaldo.

Mas foram dois jogadores que já estavam em campo que quase marcaram. Primeiro foi Lucas Silva, que arriscou e forçou boa defesa de Bruno Ferreira. Depois, Suárez teve o rebote à disposição, mas também não conseguiu fazer o gol. Duas chances aos 40 do segundo tempo.

Galdino entrou no lugar de João Pedro e o Grêmio entrou no modo de ataque total. Em lance pelo lado esquerdo, Suárez cruzou na segunda trave e encontrou Vina. Só que diferentemente do que ocorreu nos acréscimos do primeiro tempo, o meia-atacante errou o cabeceio e perdeu a chance de confirmar uma vitória gremista na Serra Gaúcha. Assim, a decisão ficou para o próximo sábado na Arena.

GAUCHÃO — FINAL (VOLTA) — 1/4/2023

CAXIAS (1)
Bruno Ferreira; Marcelo, Dirceu, Fernando e Dudu Mandai; Moacir, Marlon, Peninha (Adriel, 11'/2ºT); Jean Dias (Iago, 36'/2ºT), Diego Souza (Ricardo Lima, 11'/2ºT) e Eron (Marcão, 36'/2ºT). Técnico: Thiago Carvalho

GRÊMIO (1)
Adriel; João Pedro (Galdino, 44'/2ºT), Bruno Alves, Bruno Uvini e Reinaldo; Lucas Silva, Villasanti (Gustavinho, 36'/2ºT), Bitello, Cristaldo (Zinho, 36'/2ºT) e Vina; Luis Suárez. Técnico: Renato Portaluppi

GOLS: Marlon (C) aos 7 min e Vina aos 48 min do 1º tempo;
AMARELOS: Jean Dias (C), Thiago Carvalho (C), Adriel (C) e Dirceu (C); Villasanti (G)
VERMELHOS: Moacir (C)
ARBITRAGEM: Anderson Daronco, auxiliado por Mauricio Coelho Silva Penna e Maira Mastella Moreira. VAR: Rodrigo D'Alonso
PÚBLICO: 15.879 pagantes
RENDA: R$ 895.300,00
LOCAL: Estádio Centenário, em Caxias do Sul

PRÓXIMO JOGO
GAUCHÃO — FINAL (VOLTA)
8/4/2023 — 16H30MIN
GRÊMIO X CAXIAS

VEJA TAMBÉM
- Grêmio vende 3 pontos e uma vaga no Z4 por 1 milhão de reais: risco da B é realidade
- Renato gaúcho se irrita com pergunta e ameaça deixar jornalistas esperando
- Falhas de Fábio e Geromel prejudicam Grêmio em revés para líder do campeonato






Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

18/6/2024



17/6/2024