Estilo Renato: volta ao Grêmio tem polêmica, falta a treino e malandragem


Fonte: https://www.uol.com.br

Renato Gaúcho e o Grêmio têm uma relação maior do que simplesmente a de um treinador com um clube. O eterno camisa 7 é ídolo máximo do Tricolor pelos feitos como jogador e também como técnico. O 'estilo Renato' é conhecido e — na maioria das vezes — bem aceito no clube gaúcho e pela torcida. Em sua quarta passagem pelo banco azul, branco e preto, ele já mostrou, em pouco tempo, que segue o mesmo.


Hoje (30), Renato comandará o time pela quarta vez na atual passagem na partida contra o Sampaio Corrêa, no Maranhão. O duelo está marcado para as 19h (de Brasília), no estádio Castelão, e vale pela 32ª rodada da Série B.

Críticas à logística
Mas a delegação não foi a São Luís sem antes ver Renato dar suas alfinetadas. O treinador disse que a logística da viagem foi mal feita e que o elenco estaria desgastado pelas distâncias percorridas. Questionado sobre tais colocações, disparou que cuidar disso é sua obrigação.

"Tem gente que falou que sou o presidente porque faço a logística. Faz a logística quem é capacitado, e quem tem que fazer é o treinador, porque é ele quem sabe os horários das refeições, dos voos, do descanso, do treino. Nenhum presidente de clube no mundo se mete na logística. Eu sempre fiz a logística e sempre vou fazer. A logística é minha", afirmou, em entrevista coletiva.

Antes, ele já havia afirmado que o plano de ida ao Maranhão já estava pronto quando ele foi contratado e que não era o ideal.

Ausência em treino, viagem ao Rio e folga no fim de semana

Um período longo sem jogos é momento para muito trabalho, mas também para folga. Renato é um treinador que sempre prezou pela liberdade dos atletas, mas desde que eles cumpram suas atribuições.

Durante o período entre o duelo contra o Sport, há 10 dias, e o compromisso seguinte, hoje, Renato se ausentou na atividade da última sexta-feira (23). Em acordo com a direção do clube, foi liberado para ir ao Rio de Janeiro. O auxiliar Alexandre Mendes comandou a atividade.

A saída antecedeu outra alteração de programação proposta por ele. O treinador resolveu dar folga aos jogadores no fim de semana.

"No Grêmio, como em qualquer outro clube, sempre vai haver folga. Tem que criticar todos os clubes então no Brasil, porque todos dão folga. Tem que culpar a CBF pelo calendário", disse.

"Eu vou dar folga quando eu achar que tem que dar, mas vou dar títulos também. Muita gente não entende que a folga é necessária", completou.

Polêmica sobre futevôlei

E não poderia faltar polêmicas. Renato Gaúcho é o tipo de técnico que não foge de questionamentos e responde críticas abertamente. Quando foi citado que Tiago Nunes, seu antecessor, tinha comentado que jogadores completavam treinamentos jogando futevôlei, Portaluppi lembrou o tempo de atleta, quando peitava adversários sem nenhum pudor.

"O Tiago Nunes já tinha feito umas críticas e eu me calei. O que o Tiago ganhou até hoje? Estou cansado de me calar e ouvir coisas mentirosas. Cada um tem o direito de falar o que bem entender, mas tem que bancar. Por que ele não falou quando estava aqui? Quando você não consegue as coisas tem que criar desculpas", disparou.

Malandragem

Por fim, a cota de malandragem também apareceu. O comandante, que se orgulha de "falar a língua do boleiro" e "entender tudo que o jogador pensa e gosta", também utilizou sua perspicácia para driblar suspensões.

Como já não tinha gostado da logística da partida contra o Sampaio Corrêa, mas iria aceitar pois ela estava definida antes de sua chegada, Renato orientou seus jogadores que estavam pendurados com dois amarelos a forçarem o terceiro e ficarem suspensos do duelo.

Exemplo claro disso foi um recado que ele deu a Bruno Alves, no segundo tempo do jogo contra o Sport. Depois de ouvir o técnico, o zagueiro foi cobrar um lateral e simplesmente não repôs a bola em jogo. Tanto fez que foi amarelado e é um dos suspensos no jogo desta noite, junto com Edilson, Diogo Barbosa e Lucas Leiva. Villasanti, Geromel e Diego Souza serão preservados.

"Vou preservar quem precisa correr. Além dos jogadores que pedi para queimar o terceiro amarelo, vou preservar o Geromel e o Diego. São os que mais jogaram e têm uma certa idade. Não posso levar para São Luís, cansa lá e não teremos eles inteiros para o jogo de terça. Aí entra a inteligência do treinador. Não vou fazer as coisas para agradar A B ou C, vou fazer para que sempre tenha o grupo inteiro para o próximo jogo", finalizou Renato.

FICHA TÉCNICA
SAMPAIO CORRÊA X GRÊMIO
Data e hora: 30/09/2022 (Sexta-feira), às 19h (de Brasília)
Local: Estádio Castelão, em São Luís (MA)
Motivo: 32ª rodada da Série B
Árbitro: Rafael Traci (SC)
Auxiliares: Kleber Lucio Gil e Henrique Neu Ribeiro (ambos de SC)
VAR: Igor Junio Benevenuto (MG)

Sampaio Corrêa
Luiz Daniel; Mateusinho, Paulo Sérgio, Allan e Pará; Ferreira, André Luiz e Rafael Vila; Pimentinha, Ygor Catatau e Gabriel Poveda.
Técnico: Léo Condé

Grêmio
Brenno; Rodrigo Ferreira, Natã, Kannemann e Nicolas; Thiago Santos, Lucas Silva e Bitello; Biel, Guilherme e Elkeson.
Técnico: Renato Gaúcho.


VEJA TAMBÉM
- Há 2 anos, Grêmio realizava sua última oitavas de final de Libertadores com show de Jean Pyerre
- Yura deixa o futebol feminino do Grêmio
- Confira o motivo que fará o Grêmio renovar com o Léo Gomes





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

26/11/2022






MAIS UMA SAÍDA - 17:17 (0)

Yura deixa o futebol feminino do Grêmio














25/11/2022


















Grêmio irá vender seu jogador para o Palmeiras! - 13:13 (2)

“Renato nada pode fazer”: Palmeiras negocia compra de titular do Grêmio




Grêmio busca contratação de peso! - 12:36 (0)

Grêmio sonda Michael e aposta na relação de Renato com atacante