1Win

Com dois gols em quatro minutos, Grêmio vence o Corinthians por 3 a 1

Na estreia de Roger na Arena, equipe gaúcha dominou o adversário totalmente


Fonte: Diário Gaúcho

Com dois gols em quatro minutos, Grêmio vence o Corinthians por 3 a 1
Foto: Félix Zucco / Agência RBS

Não poderia ser mais exitosa a primeira vez de Roger Machado como comandante do Grêmio dentro da Arena. Na noite desta quarta-feira, o time teve determinação e oportunismo na vitória por 3 a 1 contra o Corinthians, subiu cinco posições e chegou à oitava posição do Brasileirão. O adversário, por sua vez, mergulha de vez na crise com a segunda derrota consecutiva.

Há um novo Grêmio em formação. Um time compactado, que deixa poucos espaços a descoberto no gramado, por força de uma marcação atenta, e com velocidade de sobra no ataque. Mas, também, por vezes, uma equipe afobada, desatenta aos contra-ataques adversários, com escassa posse de bola. Em resumo, um Grêmio que empolga e, ao mesmo tempo, deixa seus torcedores aflitos. E que Roger Machado precisará lapidar.

A disposição do time atordoou o Corinthians no começo da partida. Tanto que, em quatro minutos, a Arena já comemorava uma inesperada vitória por dois gols de diferença. O resultado começou a ser construído a dois minutos, em passe preciso de Walace, que encontrou Pedro Rocha dentro da área, sem marcação. Daí saiu a assistência a Giuliano, que desviou de Cássio e fez 1 a 0.

O Corinthians ainda tentava de se refazer do impacto quando Giuliano fez passe a Marcelo Oliveira, que dominou com o pé esquerdo e, de direita, acertou um bonito chute no ângulo: 2 a 0.

Só a 10 minutos o Corinthians conseguiu assustar, em cruzamento de Bruno Henrique, que Tiago defendeu. A parti daí, as duas equipes revezaram-se na criação de chances, numa correria quase irresponsável. A 22 minutosm, após a bola atingir o travessão, Mendoza acertou chute forte de esquerda: 2 a 1

Era preciso impedir que o Corinthians avançasse com liberdade e o Grêmio tomou essa providência, com Mamute, Pedro Rocha e Luan desdobrando-se na marcação. Aos poucos, o controle da partida foi retomado e as chances rezsurgiram. A 26, Maicon chutou para defesa difícil de Cássio. Aos 33, Galhardo acertou cobrança de falta no travessão. A 38 minutos, Galhardo bateu escanteio da direita, Giuliano chutou errado, mas a bola tomou a direção de Luan, que desviou na frente de Cássio: 3 a 1.

O segundo tempo começou com pânico. O crescimento de jogadores como Jadson, Renato Augusto e Bruno Henrique fez do Corinthians dono da partida. As chances de marcar se sucediam, muito com a colaboração do Grêmio, que errava as reposições e não conseguia reter a bola na frente. O gol de desconto parecia pronto para ser marcado.

O Grêmio só respirou quando Luan atravessou o gramado com a bola sob controle e serviu a Mamute, que errou o chute. O jogo começava a tomar um novo contorno, já sem a pressão do Corinthians. Satisfeito com o resultado, Roger tentou controlar o meio com Fellipe Bastos e Lincoln.

Ainda haveria algum susto, mas a vitória já estava assegurada. Agora, Roger ganha tempo para corrigir os defeitos e colocar o Grêmio em definitivo nos trilhos.



VEJA TAMBÉM
- Grêmio confiante para a Libertadores, e as lesões intermináveis
- Grêmio perde para o Vasco em São Januário na estreia do Brasileirão
- Tricolor escalado para o jogo contra o Vasco





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

22/4/2024