Geral do Grêmio diz que atos de vandalismo partiu de outros torcedores

Clube ainda contabiliza os danos materiais após os atos de vandalismo no protesto.


Fonte: gremistas.net

Reprodução
A torcida organizada Geral do Grêmio esclareceu em publicação nas redes sociais que nada teve a ver com os atos de vandalismo durante o protesto da última quarta-feira, no CT Luiz Carvalho. Segundo a nota, a violência partiu de torcedores de outras organizadas.



Durante o protesto, o ônibus do clube que carregava os jogadores sofreu com pedradas e também foi alvo de fogos de artifícios. Veículos de funcionários que estavam estacionados nas proximidades também foram danificados.


“A violência e a agressividade partiram de maneira independente por parte de alguns torcedores, os quais não são identificados com as torcidas reconhecidas pelo clube”, escreveu a Geral do Grêmio em suas redes sociais.


O presidente Romildo Bolzan prometeu identificar, remover do quadro social e banir da Arena os torcedores que partiram para violência no protesto. O clube ainda contabiliza os danos materiais causados pelos atos de vandalismo.



Nota oficial da Geral do Grêmio

“Na tarde desta quarta-feira, fomos ao CT Luiz Carvalho realizar um protesto inteiramente pacífico. Todas as situações deste ano, sejam para fazer alentaço ou protesto, foram pacíficas. Tudo que partiu de nós foi pacífico.

#gremio #imortal #tricolor #torcida #vandalismo

LEIA TAMBÉM: Veja todas as informações sobre o duelo entre Grêmio e Juventude neste domingo (17)

E MAIS: Na estreia de Mancini, Grêmio recebe o Juventude na Arena




Comentários



Milton Sulzbach     

Pode ate nao ter sido da Geral. Mas estava lá e nao justifica

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

18/10/2021























17/10/2021