Dirigente do Grêmio critica Palmeiras por paralisação no Brasileirão.


Fonte: -

Dirigente do Grêmio critica Palmeiras por paralisação no Brasileirão.

O vice-presidente do Grêmio, Eduardo Magrisso, respondeu de forma contundente às declarações polêmicas feitas pelo diretor de futebol do Palmeiras, Anderson Barros, sobre a paralisação do futebol brasileiro devido à tragédia no Rio Grande do Sul. Em entrevista ao programa Apito Final, da Rádio Bandeirantes, Magrisso expressou sua decepção e classificou as manifestações dos dirigentes do Palmeiras e Flamengo como "egoístas". Ele enfatizou a importância do equilíbrio técnico do campeonato para o benefício de todos os clubes.

Vice presidente do Grêmio Eduardo Magrisso
Imagem: Redes sociais de Magrisso (Vice presidente Eduardo Magrisso)

O dirigente do Grêmio também criticou a postura dos clubes, destacando que esperava "grandeza" das diretorias do Flamengo e Palmeiras. Ele expressou a esperança de que as diretorias desses clubes reconsiderem suas posições e compreendam que a solidariedade e responsabilidade dos clubes são fundamentais em momentos de crise. Magrisso afirmou que a tragédia no Rio Grande do Sul gerou um debate importante sobre a responsabilidade dos clubes em momentos difíceis.

O debate sobre a paralisação do futebol dividiu opiniões entre os clubes do Brasileirão, com cinco times se posicionando contra a suspensão dos jogos: Bahia, Flamengo, Palmeiras, São Paulo e Vitória. A discussão levantou questionamentos sobre a solidariedade e a responsabilidade dos clubes em momentos de crise, colocando em destaque a importância de enxergar além dos interesses próprios e considerar o impacto coletivo das decisões.



VEJA TAMBÉM
- Grêmio vende 3 pontos e uma vaga no Z4 por 1 milhão de reais: risco da B é realidade
- Renato gaúcho se irrita com pergunta e ameaça deixar jornalistas esperando
- Falhas de Fábio e Geromel prejudicam Grêmio em revés para líder do campeonato






Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

18/6/2024

17/6/2024