Brigada Militar reforça efetivo em até 45 para atender a partida entre Grêmio e São Paulo

Confronto pode decretar o rebaixamento matemático do Tricolor


Fonte: Gaúcha ZH

O embate entre Grêmio e São Paulo atrai atenções dentro e fora de campo. A partida desta quinta-feira (2), às 20h, na Arena, pode sacramentar o rebaixamento do Tricolor à Série B do Brasileirão. Não só pelo chance de queda, mas também pela preocupação com o histórico recente de invasão de torcedores, a segurança foi reforçada para o evento.

Procurada por GZH, a Brigada Militar, que realiza a operação no lado externo do estádio, confirma o aumento no efetivo. Por critério técnico, o número de policiais à disposição não são revelados:



— A Brigada Militar estará com um contingente considerável — revelou o Tenente-Coronel Luis Felipe Neves Moreira, comandante do 11º Batalhão de Polícia Militar de Porto Alegre.

— É o maior efetivo que eu já comandei num evento — completou.

De acordo com o responsável pela segurança pública, o aumento em policiais se dá entre 40 e 45%. O trabalho será realizado principalmente no entorno, em pontos já conhecidos de aglomerações. Os deslocamentos de torcedores nas principais avenidas e no Trensurb serão acompanhados.

Na parte interna da Arena, a segurança ficará com a Arena Porto-Alegre, que gere o local. Nas arquibancadas, a Brigada Militar opera somente com o Batalhão de Choque, que entra em ação em necessidades extremas. Uma reunião realizada na tarde da última quarta-feira (1º) entre o clube, a Arena e órgãos de segurança e de trânsito alinhou as medidas preventivas para o duelo.

— Temos receio sim. Sabemos do ânimo e do momento do Grêmio. A gente se prepara para uma situação extremamente delicada — disse o Tenente-Coronel.

— A gente pede e incita o torcedor que vá para incentivar o seu time. Se por ventura não atingiu o êxito, que saía de forma ordeira e retorne para suas casas. A Brigada Militar estará lá com um contingente considerável e a nossa orientação ao nosso efetivo é contenção de qualquer ação ou de qualquer pessoa que possa vir a causa algum dano ou lesão naquele momento — avisou.



Para o Grêmio ser rebaixado é preciso que o Bahia, que enfrenta o Atlético-MG, em Salvador, às 18h, vença o seu compromisso. Com isso, o Tricolor precisa necessariamente ganhar o seu jogo para não cair nesta quinta à Segunda Divisão do Brasileirão.

VEJA TAMBÉM
- Grêmio testa jovens no Gauchão para encorpar elenco profissional
- Grêmio encaminha adeus de Douglas Costa e Jean Pyerre para enfim entrar de cabeça em 2022
- Somente três dos reforços do Grêmio para a temporada devem começar no time titular

LEIA TAMBÉM: Com novo esquema, Mancini define Grêmio para estreia do Gauchão

E MAIS: Veja como serão os próximos encontros de Grêmio e Douglas Costa



E MAIS: DIEGO COSTA FECHOU? TATY NO VERDAO? LEILA EM CRISE; ISCO NO FLA? ARRASCAETA; IVAN E +2 NO TIMAO;


Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

25/1/2022


24/1/2022














Nova temporada - 11:31 (0)

[OPINIÃO] Uma semana importante